Gripe e resfriado

Qual a diferença de gripe e resfriado
RESFRIADO
Ninguém consegue passar um ano inteiro sem ter ao menos um episódio de um resfriado comum. A média individual é de 5 a 7 episódios de resfriado por ano nas crianças e de 3 a 5 nos adultos.
O resfriado leva umidade para dentro do organismo. O trato respiratório se esfria, e acumula umidade. Por isso, é importante colocar essa umidade para fora. As narinas ficam com coriza, os olhos lacrimejam e a gente sente mal-estar. 

O resfriado é uma infecção branda das vias aéreas. Pode ser causado por vários tipos de vírus, sendo o Rinovírus o mais comum. É extremamente contagioso e a transmissão é feita através das goticulas eliminadas na tosse ou espirro e pelo contato com mãos infectadas.

Os sintomas surgem de 24h a 72h após o transmissão do vírus. Costuma durar de 5 a 7 dias, porém em 25% dos casos, os sintomas persistem por até 2 semanas. A maioria das pessoas apresenta de 3 a 5 quadros de resfriado por ano.

Após 1 a 3 dias da entrada do vírus no organismo, aparecem os sintomas:
Corrimento nasal
Congestão nasal
Espirros 
Perda de gosto e cheiro 
Coceira na garganta 
Tosse
    Febre é mais comum em crianças pequenas.

    O resfriado é contagioso durante apenas os 3 primeiros dias de sintomas. As complicações são raras e incluem exacerbação de asma e presença de infecção bacteriana associada como sinusite.

    ...
    GRIPE
    A gripe é causada pelo vírus Influenza. Apresenta um quadro clínico mais rico que o resfriado, com febre alta, dores pelo corpo, dor de cabeça, mal estar, perda do apetite, dor de garganta e tosse. Na gripe os sintomas costumam aparecer subitamente ao contrário do resfriado, onde eles surgem gradualmente. A tosse e a febre são sintomas precoces.

    O modo de transmissão é igual ao do resfriado. O tempo de doença costuma ser de até 2 semanas. O tempo em que o paciente mantém-se contagioso dura até 7 dias ou 24h após a resolução da febre.

    A gripe também apresenta uma maior taxa de complicações, como pneumonia pelo próprio Influenza ou por bactérias oportunistas.

    Tanto a gripe comum, quanto a gripe suína (gripe A) apresentam quadro clínico e taxas de complicação semelhantes, sendo impossível a sua distinção sem exames laboratoriais.

    Além da vacina contra a gripe, já existem remédios específicos contra o influenza que, quando indicados, devem ser administrados com no máximo 48h do início da doença. O tratamento específico é indicado em crianças, idosos e pessoas com comprometimento do sistema imune (imunocomprometidos). Não cura a gripe, mas reduz bastante seu tempo de duração e ajuda a prevenir as complicações.

    Apesar da imagem de doença branda, a gripe é responsável por milhares de morte todos os anos e em todos os países. As pessoas do grupo de risco descrito acima são as mais propensas a apresentar complicações. Trata-se de uma doença com baixa taxa de mortalidade, mas por ser altamente contagiosa (infecta mais de 1 bilhão de pessoas a cada ano) acaba causando um número considerável de óbitos.

    É importante lembrar que a imensa maioria das pessoas terão vários episódios de gripe durante a vida sem nunca desenvolver complicações.

    O tratamento com antivirais só deve ser feito após avaliação médica.

    Com o comportamento sensacionalista da imprensa no mundo inteiro durante esta última epidemia de gripe A, milhões de pessoas tomaram o Tamiflu® desnecessariamente, o que acarretou em uma taxa altíssima de resistência do vírus.

    Os sinais de gravidade da gripe são:
    Dificuldade respiratória
    Dor torácica para respirar
    Pressão baixa
    Alterações da consciência
    Desorientação
    Vômitos persistentes

    Para se prevenir da gripe deve-se:

    - Evitar contato próximo com pessoas contaminas (pelo menos 2 metros).
    - Evitar contato direto das mãos com olhos e boca sem antes as terem lavado.
    - Lavar as mãos frequentemente.
    - Evitar ficar em ambientes com pouca circulação de ar e com muitas pessoas.


    0 comentários:

    Postar um comentário

    Seu comentario é fundamental para o sucesso desse blog.
    Então não esqueça de comentar, pois assim poderemos aprimorar cada vez mais.

     
    Enfermagem 24hr | by TNB ©2010