O câncer de próstata.

Saúde do Homem. O câncer de próstata.

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos, quando comparados aos países em desenvolvimento. Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo. Segundo estimativa da pesquisa Incidência de Câncer no Brasil em 2010/11, realizada pelo Instituto Nacional do Câncer, a população masculina do Rio Grande do Sul deve ser a que apresentará mais casos de câncer de próstata até o final do ano – 80 para cada 100 mil homens.

No Brasil, a taxa de mortalidade por câncer de próstata em 2006, último dado disponível, foi de 15,29 homens a cada 100 mil, superada, no caso dos homens, apenas pela taxa de mortalidade por câncer de traqueia, brônquios e pulmão (17,44 homens a cada 100 mil). No entanto, o câncer de próstata foi o que apresentou o maior aumento de mortalidade em dez anos – quase 40%, ante 6% de crescimento em óbitos por câncer de traqueia, brônquios e pulmão. Os dados são do Atlas de Mortalidade por Câncer, elaborado pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) e pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), em conjunto com a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Informação é fundamental

Todos esses números ilustram os riscos de uma doença que pode ser prevenida principalmente com a superação de um preconceito: o exame clínico por toque retal. O diagnóstico ainda inclui exame sanguíneo, para dosagem de uma proteína no sangue. Os métodos diagnósticos têm evoluído, o que representa um dos motivos para o aumento observado, ao longo dos anos, nas taxas de incidência de câncer de próstata.

A seguir, saiba mais sobre essa doença. A superação do preconceito e o diagnóstico precoce são fundamentais para combatê-la.

O que é?
A próstata é uma glândula encontrada somente no corpo masculino. Com a forma de uma maçã, está localizada abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata produz parte do sêmen, líquido liberado durante o ato sexual e que contém espermatozoides. Quando as células da próstata começam a se dividir e a se multiplicar desordenadamente, forma-se um tumor. Ao longo da vida, o homem afetado pode não sentir sintomas nem ter sua saúde ameaçada pelo tumor, pois este em muitos casos cresce lentamente. No entanto, há tumores que crescem de maneira acelerada, se espalham para outros órgãos e podem levar à morte.

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas que indicam câncer de próstata são: presença de sangue na urina; jato fraco de urina; dor ou queimação ao urinar; necessidade constante de urinar, especialmente à noite; e problemas de ereção. Mas atenção: o diagnóstico da doença só pode ser confirmado por um médico, após a realização de exames.

Em que casos há mais risco de desenvolver a doença?

Qualquer tipo de câncer apresenta como fator de risco a idade. No caso do câncer de próstata, a incidência da doença e o número de óbitos aumentam significativamente após os 50 anos de idade. Também deve ser levado em consideração o histórico familiar. Se um indivíduo tem ou teve pai ou irmão com câncer de próstata antes que estes completassem 60 anos, o risco de desenvolver a doença pode ser de três a dez vezes maior que o da população em geral.

Como é feito o diagnóstico?

O câncer de próstata é diagnosticado por meio de exame clínico (toque retal) e sanguíneo, com a dosagem de uma proteína no sangue (o antígeno prostático específico, ou PSA, na sigla em inglês). Se houver suspeita da doença, pode ser indicada a realização de ultrassonografia, que por sua vez dirá se é necessário ou não fazer uma biópsia.

Como se dá o tratamento?

O estágio de evolução do câncer de próstata é que definirá o tratamento da doença, que pode envolver cirurgia, radioterapia e/ou hormonoterapia. Isso será definido pelo médico, levando-se em conta os riscos e os benefícios que o tratamento escolhido acarretará para o paciente.

O que fazer para prevenir a doença?

Ainda não existe uma fórmula exata para a prevenção contra o câncer de próstata, mas a adoção de hábitos saudáveis, como manter uma alimentação rica em frutas, vegetais e fibras, é essencial para evitar o desenvolvimento de diversas doenças – inclusive do câncer de próstata. Também é importante reduzir o consumo de gordura, em especial a de origem animal. Dedique pelo menos 30 minutos por dia à prática de atividades físicas, não fume e diminua o consumo de álcool. E, claro, vá ao médico periodicamente ou sempre que suspeitar de algum problema.


O texto acima pertence ao Ministério da Saúde.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentario é fundamental para o sucesso desse blog.
Então não esqueça de comentar, pois assim poderemos aprimorar cada vez mais.

 
Enfermagem 24hr | by TNB ©2010