Enfermeira no Inferno

Vi esse texto no blog Enfermaria Insana, e achei bem bacaninha.

Explica, com humor a rotina de uma enfermeira.



Um Enfermeira desceu aos portões do inferno e foi admitida...

Mal havia chegado, já estava insatisfeita com o baixo nível de higiene do inferno e logo começou a fazer projetos e várias ações para coibir aquele caos.

Começou a exercer boas práticas infernais, procedimentos padrões higiênicos infernais e implantou a APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle).

Pouco tempo depois, já não havia no inferno o insuportável fedor, ninguém melhor que ela sabia para planejar, orientar e supervisionar todo o processo de limpeza do local.

Criou várias planilhas de monitoramento, onde registrava e tratava as anomalias,corrigindo a ocorrência de possíveis indicadores indesejáveis e ninguém mais reclamava.

A enfermeira era um membro muito popular por lá, mesmo fazendo auditorias de auto-controle freqüentemente e glosando algumas práticas incorretas das pessoas.

Um dia, Deus chamou o diabo ao telefone e perguntou, ironicamente:

- E então, como estão as coisas aí embaixo?

E o diabo respondeu:

- Uma maravilha! Agora aqui todos se cuidam, andam limpos e quando estão com feridas causadas pelo fogo do inferno, procuram a enfermeira que conduz tratamento adequado, com toda assepsia e cuidados necessários para sararem bem depressa. Ainda administra os medicamentos nos horários e doses corretas, gerencia todos os serviços ligados a promoção da saúde, prevenção de doenças e manutenção de uma vida saudável e com isso, reduziu consideravelmente os custos que eu tinha pra tratar doenças de todos os tipos dos diabos por aqui, então hoje, as pessoas estão com mais saúde e mais felizes!

Do outro lado da linha, surpreso, Deus exclamou:

- O quê!?! Vocês têm uma ENFERMEEEEEEEEEEIRA aí no inferno?

Isso só pode ter sido um grande engano!

Enfermeiras já sofrem demais na terra, por colocar em prática todas as Portarias da ANS e ANVISA com suas nstruções normativas, decretos, ofício, memorandos, circulares e outras regras hospitalares. Ralam feito umas condenadas, dando vários banhos nos pacientes, administrando medicamentos em todas as vias, fazendo curativos infectados, limpando cocô, xixi, vômito, alimentando, carregando e transportando pacientes obesos, pra depois ficarem doentes da coluna, com varizes e com baixa resistência.

Saem cedinho de casa, enfrentam transito, saem de um plantão pra outro, de um hospital pra casa e ainda tem a família esperando em casa pra resolver os problemas, ensinar dever dos meninos, cuidar do marido e outras ainda estudam, fazem pós graduação, engravidam e portanto, tem a terceira jornada de trabalho e por conta disso, nunca poderão ir pro inferno!.

Mande-a subir aqui, imediatamente!

O diabo respondeu:

- Sem possibilidade! Eu gostei de ter uma enfermeira para cuidar de todos nós e continuarei mantendo-a aqui.

Deus, já mais irritado, fala em tom de ameaça:

- Mande-a AGORA para cá ou tomarei as MEDIDAS LEGAIS NECESSÁRIAS e mandarei instaurar um PAD (Processo Administrativo Disciplinar) contra você.

Eis que o diabo soltou uma gargalhada:

- Hahahaha...! E onde é que você vai arrumar UM ADVOGADO AÍ EM CIMA?!?!?!

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentario é fundamental para o sucesso desse blog.
Então não esqueça de comentar, pois assim poderemos aprimorar cada vez mais.

 
Enfermagem 24hr | by TNB ©2010