Virologia Geral

Os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, apresentando uma organização e composição estruturais especificas, alem de possuírem um único processo de replicação. Os vírus tiveram reconhecimento a partir de agentes infecciosos capazes de ultrapassar filtros que retinham bactérias, sendo portanto, menores do que estas.

O marco fundamental da história da virologia corresponde ao momento em que o vírus do mosaico do tabaco foi cristalizado, quando derrubou a barreira que separava os seres animados dos seres inanimados. Esta grande descoberta teve um grande impacto nas ciências biológicas em geral.

Existe diferenças fundamentasis entre os vírus e as células vivas:
  • Enquanto o genoma da célula é constitituido de DNA e RNA, no genoma viral só se encontra um dos ácidos nucléicos;
  • A Célula forma-se por divisão binária por elementos preexistentes, ao passo que o vírus finaliza seu processo de multiplicação por organização de constituintes sintetizados;
  • O Vírus não possui, ao contrario da célula, sistema enzimático próprio.
Por essas características o vírus é considerado como microorganismo de grande simplicidade ou molécula de grande complexidade, alem do mais, ele pode ser cristalizado sem perder seu poder infeccioso.

Recentemente foram descobertos três elementos responsáveis por doenças em plantas, animais e seres humanos, sendo esses elementos classificados em:

Viróides: Compostos apenas de RNA;

Virusóides: Constituídos de um ácido nucléico de RNA envolto por uma estrutura protéica;

Prions: São de natureza protéica.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentario é fundamental para o sucesso desse blog.
Então não esqueça de comentar, pois assim poderemos aprimorar cada vez mais.

 
Enfermagem 24hr | by TNB ©2010