Plasmídio Bacteriano

Plasmídios são moléculas extracromossomais circulares de DNA encontrada em muitas espécies de bactérias, sendo que os plasmídios se replicam separadamente ou junto com a célula hospedeira, passando às células-filhas. Os plasmídios não são indispensáveis as células, mas podem conferir-lhe vantagens seletivas como por exemplo, degradação de um substrato e resistência a antibióticos.


O plasmídio possui um Fator F que é a capacidade do plasmídio ser transferido a uma célula hospedeira durante a conjugação (Fator Sexual), sendo assim a bactéria que possui o Fator F é capaz de transferir o fator sexual a célula receptora.


A replicação do plasmídio é dada em dois momentos, o primeiro é a duplicação do DNA para gerar 2 células filhas, o segundo momento é na conjugação onde a molécula de DNA replicada entra na célula hospedeira que é denominada de célula receptora. Muitos Plasmídos tem a habilidade de conferir a propriedade de fertilidade (Conjugativo), enquanto os não-conjugativos não tem a capacidade própria de transferência.


Plamídios resistentes a antibióticos em bactérias Gram-Positivas não podem ser trasnferidos por conjugação, eles então são transferidos por transdução onde há o envolvimento da ação de uma partícula viral. No caso dos plasmídios não conjugativos em Gram-Negativas podem ser transferidos somente se a célula contiver plasmídio conjugativo.



  • Tipos de Plasmídios
Plasmídios de tipo Sexual: São de suma importância para a trasnferência de plasmídios a uma célula receptora, sendo eles capazes de integrar-se no cromossomo, gerando uma célula de Alta Frequência de Recombinação (Hfr) ou permanecer independente.
Plasmídios R: Plasmídos que contêm informações para a síntese de enzimas que inativam antibióticos específicos, dando resistência aos antibióticos. Esse plasmídio tem dois componentes, o de Resistência-R e o de Transferência-RTF.

Plasmídios Col: Produz a proteína colina, que é capaz de inibir o crescimento de células que não possuem o plasmídio col.

Plasmídios Virulentos: Transportam informações que facilitem a virulência durante o processo de infecção em maquinas.

Por fim conclui-se que Plasmídios são moléculas de DNA circular, menores que o cromossomo, cujo os genes não determinam características essenciais, porém, muitas vezes, conferem vantagens seletivas às células que as possuem, sendo os plasmídios capazes de autoduplicação independentes e podem existir em numero variados.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentario é fundamental para o sucesso desse blog.
Então não esqueça de comentar, pois assim poderemos aprimorar cada vez mais.

 
Enfermagem 24hr | by TNB ©2010