Questionando a enfermagem

ENFERMAGEM

As vezes me pergunto: “PORQUE?” “PORQUE a saúde no Brasil anda tão precária, tão desgastada, tão desesperada, tão despreparada, tão mal amparada, tão... tão... e tão?”.

Bom, mas quando penso nisso, penso relacionado aos Profissionais de Saúde e principalmente de Enfermagem, ai pensemos novamente na frase: “PORQUE a saúde no Brasil anda tão precária, tão desgastada, tão desesperada, tão despreparada, tão mal amparada, tão... tão... e tão?” Conseguiu entender? Não!? Então vamos a explicação:

Há algum tempo atrás os hospitais e outros estabelecimentos de saúde viviam procurando e enfrentando uma batalha para encontrarem profissionais de enfermagem, desesperadamente, pois não havia profissionais suficientes para a grande demanda que havia dentro desses estabelecimentos, Hoje encontramos um ponto bom: o número de profissionais de Enfermagem tem crescido demasiadamente e hoje comparado com alguns anos atrás somos mais do triplo de profissionais, sendo que em contrapartida é também um ponto ruim: pois a maioria, desses profissionais estão desempregados. Até algum tempo atrás, dizia-se que NUNCA SE FALTA EMPREGO DE ENFERMAGEM, hoje vemos que é mito, pois se falta emprego... ou será que se falta Profissionais realmente capacitados... ou profissionais que realmente gostam da profissão? Bom, já vamos falar sobre isso! A verdade é que realmente existem muitos profissionais desempregados, devido a esse grande aumento de profissionais.

O que se deve esse “desemprego”? Como já descrito acima, por causa do grande número de profissionais, mas também por mais algumas causas, seja por causa da exigência de experiência dos profissionais recém-formados, ou pela idade, pela localidade, ou por outros fatores e pré-conceitos que alguns profissionais ou estabelecimentos acabam impondo.

Relacionado ao Grande número de Profissionais, temos alguns fatores: MUITOS profissionais resolvem estudar enfermagem pela comodidade de poder trabalhar em turnos de 6 horas, ou 12x36 horas, ou outras escalas de trabalho, e que conseqüentemente permite ao profissional trabalhar em um, dois ou mais locais, onde se relaciona o salário, que em muitos casos, pela pouca jornada de trabalho passa-se a ganhar BEM. Mas mesmo assim, os profissionais ainda reclamam! Outro ponto que devemos pensar, e que acho ser o é o principal ponto: GOSTAR DA PROFISSÃO, muitos profissionais (não todos!) realmente não gostam de Enfermagem, fazem-na por causa do primeiro fator citado acima...

ENFERMAGEM É GENTE QUE CUIDA DE GENTE, mas infelizmente temos alguns profissionais que não sabem fazer enfermagem, e muitos pacientes acabam reclamando de alguns profissionais por causa de uma certa “estupidez”. E por que isso aocntece? É que tem muitos profissionais que trabalham tanto e acabam chegando no trabalho estressado, cansado... e acabam não sabendo separar Vida pessoal x vida profissional 1 x vida profissional 2 x... 3.... 4... com isso acaba querendo “descontar” em algo (? Em quem?), e isso acaba denegrindo a imagem de alguns estabelecimentos de saúde. Temos também a Capacitação de alguns profissionais. Existem estabelecimentos de ensino que acabam não preparando corretamente os profissionais, onde podemos perceber que os fatores citados acima não são trabalhados, e com isso formando Profissionais que querem ganhar dinheiro... dinheiro e dinheiro... e não ATUAR COMO ENFERMEIRO (A)!

Agora trataremos os Profissionais Recém-formados: Muitos estabelecimentos de saúde exigem experiência dos profissionais: MAS COMO OS RECÉM-FORMADOS, QUE ACABARAM DE SE FORMAR VÃO TER EXPERIENCIA (A NÃO SER DE ESTÁGIO) SE NENHUMA EMPRESA DER A OPORTUNIDADE PARA ESSE PROFISSIONAL ADQUIRIR EXPERIENCIA? Digo isso, por ser recém-formado, e encontrar essas barreiras. É IMPOSSIVEL... pois para se ter experiência precisa-se de uma oportunidade, mas não há encontramos. Infelizmente os profissionais, que realmente GOSTAM da profissão não conseguem emprego, e se deparam, com esses fatores: Experiência, idade, Experiência, grande número de profissionais, Experiência... Experiência...

Uma vez que um profissional recém-formado, é mais fácil de se “moldar” ao método de trabalho da Enfermagem... É um profissional que não tem os vícios dos profissionais que já trabalham a tempos na área, é um profissional que está com vontade de exercer a profissão e tem garra e força de vontade de aprender, é um profissional que se dedicará, não chegando atrasado, e cumprindo a jornada de trabalho e aprendendo a ser Ético acima de tudo.

Bom, e PORQUE ESCREVER TUDO ISSO? Talvez para tentar fazer alguns profissionais pensar e rever o verdadeiro valor de FAZER ENFERMAGEM, e também tentar abrir os horizontes dos profissionais e perceber o quanto nosso trabalho precisa ser revisto e valorizado, pois ENFERMAGEM É GENTE QUE CUIDA DE GENTE, precisamos saber trabalhar o acolhimento entre PROFISSIONAL X PACIENTE e não somente CUIDAR DO PACIENTE por que é OBRIGAÇÃO! Precisamos aprender a não somente chamar um paciente na sala de enfermagem de um PS para fazer uma medicação, mas saber cumprimentar, chamá-lo pelo nome, explicá-lo o que será administrado... e tratá-lo como um SER HUMANO que precisa da tua AJUDA pra curar uma enfermidade, ou muitas vezes, precisa somente de uma palavra amiga, um olhar um gesto... é isso...

Escrito por Nandomelloenfermagem
http://nandomelloenfermagem.zip.net/

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentario é fundamental para o sucesso desse blog.
Então não esqueça de comentar, pois assim poderemos aprimorar cada vez mais.

 
Enfermagem 24hr | by TNB ©2010